Reservar
Melhor Tarifa Disponível

Turismo vinícola

O vinho está a pôr o Alentejo no mapa, especialmente os nossos vinhos tintos. Os seus sabores são ricos, concentrados e aromáticos, quer sejam produzidos por processos tradicionais, quer modernos. As variedades de uva portuguesa dominam o Alentejo, mas recém-chegadas como a Syrah e a Cabernet Sauvignon, começam a conquistar terreno, especialmente em misturas.

Explicamos-lhe o caminho ou arranjamos-lhe um carro com motorista, se preferir. Eis quatro das nossas favoritas

Comenda Grande

Um negócio familiar perto de Arraiolos, a Comenda Grande produz saborosos vinhos tintos e brancos, a preços muito razoáveis. (20 km)

Quinta do Quetzal

Construída sobre as ruínas de uma vila romana onde se pensa que existiu a mais antiga adega da Península Ibérica, esta propriedade familiar produz vinhos muito bem classificados no Wine Enthusiast. (80 km)

Herdade do Esporão

A maior adega privada em Portugal, esta propriedade data de há 700 anos. Experientes no cultivo de mais de 40 variedades, é uma excelente opção se estiver perto de Monsaraz. As novas instalações vinícolas são surpreendentes. Se dispuser de mais meia hora, peça para ver o museu. Têm também um restaurante muito bom. (45 km)

Adega da Cartuxa

A uma distância que pode ser percorrida a pé, localiza-se num refeitório jesuíta do século XVI. A Cartuxa é a atividade principal de uma organização sem fins lucrativos sediada em Évora. Tanto os brancos como os tintos são muito bons. Até produzem o vinho mais caro da região, o Pera Manca. (2 km)